Full width home advertisement

Segurança Pública

Armamento e Tiro

Saúde

Ocorrências

Post Page Advertisement [Top]

Guardas municipais de 247 cidades aderem a sistema de informações


Uma consulta é feita via internet e um traficante de drogas é identificado em frente a uma escola pública ou um carro roubado é localizado em uma praça. Essa pesquisa ágil e segura a registros policiais e judiciais já pode ser feita pelas guardas municipais de 247 cidades do Brasil. Nesta quinta-feira (14), por meio de uma parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJ), mais 31 prefeituras aderiram ao Sinesp Infoseg, uma das ferramentas do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp). A lista foi publicada no Diário Oficial da União.

Segundo o ministro da Justiça, Torquato Jardim, o Sinesp Infoseg permite que agentes públicos consultem e pesquisem bases integradas de informações sobre pessoas, veículos e armas de fogo. "A guarda municipal é um dos mais eficazes meios de prevenção ao crime e à violência, pois conhecem melhor a realidade do bairro e da rua. Por isso estamos cadastrando essas forças, para ampliar as ações integradas por meio da inteligência e da tecnologia, juntamente com o trabalho realizado pelas polícias estaduais e federais,", explica.

As 31 guardas municipais que acabam de aderir ao Sinesp Infoseg são: Betim, Contagem e Nova Lima (MG); Foz do Iguaçu, São José dos Pinhais, Toledo e Pinhais (PR); Campos dos Goytacazes (RJ); Cachoeirinha e Esteio (RS); Artur Nogueira, Atibaia, Boituva, Campinas, Diadema, Estância Hidromineral de Águas de São Pedro, Estância Turística de Salto, Indaiatuba, Itapevi, Itapira, Itupeva, Jandira, Leme, Monte Mor, Pedreira, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santo André, Taboão da Serra e Várzea Paulista (SP) e Estância (SE).

Sinesp Infoseg - Desenvolvido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJ), o Sinesp Infoseg é uma nova versão do Infoseg (antiga Rede Nacional de Informações de Segurança Pública) e entrou em funcionamento no mês de abril de 2017. Ele já conta com mais de 50 mil usuários em todo o Brasil. Para uma Guarda Municipal aderir à solução, basta a respectiva prefeitura entrar em contato com a Senasp para firmar um acordo de cooperação técnica, que tem duração de cinco anos, podendo ser renovado.

O acesso às informações é restrito aos agentes de segurança pública e órgãos conveniados da União, estados e municípios, que devem utilizá-las estritamente no desempenho de suas atribuições legais. A ferramenta possibilita a consulta a informações seguras de diversos bancos de dados de interesse policial, como cadastros do Departamento Nacional de Trânsito, Sistema Nacional de Armas e Banco Nacional de Mandados de Prisão, entre outros.

Em Campos dos Goytacazes, no Norte fluminense, o acesso ao Sinesp Infoseg deve permitir aos cerca de 750 guardas locais prestar um melhor serviço à população do município, segundo Marcello Barros, superintendente de Paz e Defesa Social. "Vamos preparar os responsáveis pelas consultas e usar o quanto antes. Uma pesquisa com dados qualificados dará mais inteligência e mais precisão ao trabalho dos nossos profissionais, seja na patrulhamento, na área ambiental ou no trânsito", define.

As integração de ações com outras instituições de segurança pública também será fortalecida em Estância, no Sul de Sergipe. "Com informações seguras, a prevenção e a repressão de delitos contra o cidadão e o patrimônio público poderá ser mais efetiva, pois estaremos ainda mais integrados pelas ações e pelo conhecimento a órgãos como a Polícia Militar e a Polícia Civil", explica a secretária de Defesa Social e Cidadania da cidade, Georlize Teles.

Guardas no Sistema

Confira a lista de guardas municipais que aderiram ao Sinesp Infoseg:

AL

Maceió
São Miguel dos Campos

AP

Macapá

BA

Feira de Santana
Itapetinga
Jacobina
Jequié
Juazeiro
Lauro de Freitas
Pindobaçu
Salvador
Tucano
Alagoinhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by AZUL MARINHO NEWS