Full width home advertisement

Segurança Pública

Armamento e Tiro

Saúde

Ocorrências

Post Page Advertisement [Top]

Atirem para matar: Filipinas ameaça quem fugir do isolamento


O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, alertou as pessoas que violarem as medidas de isolamento do coronavírus que podem ser baleadas por causarem problemas e disse que agressões contra agentes médicos representam um crime grave que não serão toleradas.

Em um pronunciamento televisionado, Duterte disse que é vital que todos cooperem e obedeçam as medidas de quarentena em casa, e as autoridades tentam frear o contágio e impedir que o sistema de saúde frágil do país fique sobrecarregado.

As Filipinas já registraram 96 mortes do coronavírus e 2.311 casos confirmados, todos nas últimas três semanas, com exceção de três. Atualmente há relatos de centenas de infecções todos os dias.

"Está piorando. Então, mais uma vez, estou falando a vocês sobre a seriedade do problema e que vocês precisam ouvir", afirmou Duterte na noite de quarta-feira.

"Minhas ordens à polícia e aos militares... se houver tumultos e alguma ocasião em que houver reação e as vidas de vocês estiverem em perigo, atirem para matar", acrescentou. "Está entendido? Para matar. Em vez de causarem tumultos, enterrarei vocês."

Fonte: Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by AZUL MARINHO NEWS